George Boole foi um matemático e filósofo inglês que entre muitas coisas que fez, uma das que mais se destacou é ter formulado uma maneira de representar a lógica através de equações algébricas, esse tipo de equação lógica é chamado de Álgebra ou Lógica Booleana.

Nessa equação existem apenas 3 operadores : E(AND), OU(OR) e NEGAÇÃO(NOT), com esses três operadores é possível resolver todos os tipos de comparação e também as 4 operações de matemática básica.

Exemplo de E(AND)

Se amanhã fizer sol E eu acordar cedo, então vou na feira

Se amanhã fizer sol pode ser verdadeiro ou falso, porque pode ser que faça sol, e pode ser que chova, ou tenha tempo fechado.

Se eu acordar cedo pode ser verdadeiro ou falso, porque a pessoa pode acordar cedo ou pode também perder a hora.

De qualquer forma, a pessoa só vai na feira caso as 2 condições sejam verdadeiras, se ela perder a hora ou estiver um tempo sem sol, então ela não vai a feira, porque quando usamos o operador E só retornarmos OK quando as 2 condições forem verdadeiras.

Exemplo de OU(OR)

Se a pessoa for maior de idade OU ser amiga do dono, então pode entrar no bar depois das 22:00

Se a pessoa é maior de idade pode ser verdadeiro ou falso, caso seja maior de idade ela pode entrar no bar, caso não seja ela deve ir embora.mas…

Se pessoa é amiga do dono pode ser verdadeiro ou falso, caso ela seja amiga do dono então mesmo que ela seja menor de idade ela vai poder entrar no bar.

Ou seja, ao usar o operador OU, caso uma das condições seja verdadeira então o resultado é verdadeiro também.

Exemplo de NEGAÇÃO(NOT)

O operador de negação é o mais fácil de entender, porque ele apenas inverte o valor de um resultado

Exemplo:

O carro de João é bonito

Usando o operador de negação ficaria assim:

O carro de João NÃO é bonito

Mais um exemplo do NOT

1 é igual 1

Usando o operador de negação ficaria assim:

1 NÃO é igual 1

Em sistemas computacionais quando uma sentença retorna verdadeiro então o valor é 1, caso retorne falso então o valor é 0.

Veja nos próximos posts a continuação desse assunto, abordando outros pontos e mostrando alguns exemplos também dos operadores lógicos.